quarta-feira, 28 de maio de 2014

Sou como um livro


Boa noite, pessoas...

Quem sou eu? Essa é uma pergunta que casa bem com todos nós? Quem sou eu? Eu tenho estado em crise de idade, afinal já estou chegando na terceira, ahahahah... Parece que faz tão pouco tempo que saí de casa e fui me aventurar no RS, mas ao mesmo tempo, isso aconteceu há dez anos. Tinha acabado de sair do Magistério, noss, como faz tempo! Após sete anos voltei pra casa, pra cuidar de meu pai. Após seu falecimento não tive coragem de deixar minha mãe. Isso fez quatro anos no mês passado. 
Engraçado, quando eu tinha meus doze, treze anos, eu era uma zé ruela. Sofria bullying na escola, era feia e tinha o cabelo ruim. Decidi então que eu seria inteligente. Foi quando me escondi na leitura, o que foi ótimo, meu conhecimento intelectual aumentou muito - aumentou também o ódio de meus colegas de classe por mim - só que comecei a ficar um pouco alienada: preferia a companhia de livros do que de pessoas. E ainda sou um pouco assim. Me tornei um pouco arrogante, pra me defender. Depois fiquei muito arrogante, super grossa. Foi difícil mudar. Mas os amigos verdadeiros passaram por todas as minhas fases, afinal, os amigos de verdade conhecem seus erros, seus limites e seus defeitos, e gostam de você mesmo assim. Então hoje, quando alguém me pergunta, "quem é você?", posso responder algo do tipo "Eu sou o Bozo", hahaha, mas prefiro dizer que sou como um livro. Algumas pessoas julgam o livro pela capa, e é tão normal as pessoas me virem sérias e achar que sou uma bruxa (sou um pouco, vai!). Existem pessoas que me veem e não gostam de mim - mas eu também sou assim, todos somos - e há aquelas que me amam nos primeiros minutos de conversa.


Então, quando você se sentir triste ou num momento "all by myself", pense apenas que você é um livro. Alguns vão te julgar pela capa, outros pelo conteúdo. Alguns não vão gostar de você, outros vão te amar. Alguns vão te deixar de lado na estante como um TSUNDOKU faria, outros vão te colocar na cabeceira. Conviva com isso, e seja feliz! Afinal, um autor não pode desanimar se um livro não dá o retorno esperado, mas ele escreve outro na esperança de superar as expectativas e sair da média!
Ainda sou um tanto quanto alienada, mas já convivo melhor com as pessoas. Não sei se seria pretensão demais, mas me considero alguém culta, ainda tenho o cabelo ruim, mas amo e cuido dele da melhor maneira possível, e meu cabelo ruim é lindo, enrolado e bate no meio das minhas costas, fazendo inveja pra muita gente. Realmente, só não dá pra dar jeito na morte...tenho a mesma cara, mas os cabelos....ahahahah
***********************************************

Aqui no interior está muito frio (já era de se esperar da Terra da Garoa nessa época, né?) Então, vou aproveitar um tempinho e vou me enfiar embaixo das cobertas (talvez precise pegar mais uma, rs!) e desenvolver o meu esporte favorito: a leitura. Os atletas mesmo dizem que "ler também é um esporte", e quem sou eu pra discordar? Ah é, esqueci: Eu sou o Bozo, ahahahah... Nah! Sou como um livro. E cada um tem um estilo de literatura favorita. Que bom que me encaixo em algum gosto! =)
Que sua noite seja MARA, e amanhã, tenha um dia como o Homem - Aranha: ESPETACULAR!
Beijooo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por