terça-feira, 17 de junho de 2014

Twilight

Boa noite, pessoas...
Já que estamos em uma fase de falar de livros que viraram filmes, essa saga não pode faltar.
Lembra que há pouco tempo eu postei aqui que As Crônicas de Nárnia era minha saga favorita? Pois bem, tem outras duas que em breve vou postar que já estão em segundo lugar. Agora, a saga Crepúsculo também está em primeiro lugar em uma outra parte da minha preferência: na sessão dos odiados! Eu ODIEI essa saga com todas as minhas forças!!! Sério, nunca achei que fosse capaz de considerar uma leitura como perda de tempo!
Primeiro: aquela Bella é uma sonsa, ela realmente me irrita!!!
Li o primeiro livro quando estava no hospital com minha irmã, ela tinha acabado de fazer uma cirurgia e minha mãe me obrigou a passar a noite com ela porque o meu cunhado não poderia ficar com ela. A colega de quarto estava com esse livro e eu pedi emprestado. Comecei a ler as 15:30 mais ou menos e fui direto até as 03h. Dormi, acordei umas 08h e continuei a ler e quando foi 11:15 o médico assinou a alta da minha irmã e eu fechei o livro. Tinha terminado. Achei uma gracinha a história da mina tosca que se apaixonou por um vampiro branquelo (eu já tinha assistido o filme, obviamente). Mesmo tendo gostado do livro, que é muito mais fófis do que o filme, achei a Bella tosca. Achei o Edward tosco também. Mas eu gostei. Quando li o segundo livro, comecei a me irritar. Me apaixonei completamente pelo Jake, mas a Bella caiu ainda mais no meu conceito. Que história é aquela de ficar com a adrenalina em alta pra ver um vampiro? Aff, aquilo me absorveu, ou melhor, absorveu a minha paciência. Gente, quem em sã consciência se joga de um penhasco pra poder ter a visão de um cara? Meu chapéu, muita viagem! Fora que fica naquela mesmice: "Tem um buraco no meu coração... Jacob me faz tão bem... Pensei no Edward e o torpor voltou... Tem um buraco no meu coração". Quantos buracos tinha no coração daquela menina?

Então chegou ele: Eclipse. Até que não foi tão difícil de ler, pois estava acontecendo um pouco de aventura, então li rápido, só que achei uma droga o final: a Bella chega pro Jacob e fala que o ama, mas que não pode ficar com ele porque algo prende ela ao Edward, mas ela sabe que o Jake é o homem da vida dela. Como pode: ela sabe que um é o amor da vida dela, mas mesmo assim ela opta por outro? Meu cérebro não entendeu isso, e eu levei quase quatro meses para me convencer a ler Amanhecer. Esse sim foi o fim da picada. Eu achei que o livro ia ficar bom. Cheguei na página 276 e ele ainda não estava bom. Na 305 e ele ainda não estava bom. Lá no final quando eu finalmente achei que teria uma guerra e algumas cabeças seriam arrancadas o que acontece? A Alice aparece com uma solução para o fim da guerra. Ou seja, em Amanhecer acontece uma Guerra Fria, ahahahhah... Minha irmã veio me contar toda empolgada que, no filme, no meio da guerra um monte de gente morre mas que no final tudo não passa de uma visão que a Alice teve. Então eu cortei o barato dela, e quem não leu esse livro,  pare aqui porque vou soltar um SPOILER berrante: A ALICE NÃO VÊ HÍBRIDOS E A GUERRA NÃO ACONTECE NEM EM VISÃO!!! No momento em que eles se preparam para a guerra, (quando eu finalmente me empolguei), a Alice aparece com um carinha que é híbrido que ela levou meses pra encontrar. Ela fala que a filha dos dois vai parar de crescer desgovernadamente em um dado momento e que tudo vai ficar bem. Fim. Aí o Jacob que até a metade do quarto livro era apaixonado pela Bella, agora ama a filha dela. Pra mim, isso é pedofilia! E o fato de os pais consentirem isso é ser conivente com o crime. E então, depois de uma guerra que não aconteceu, cada um volta pro seu clã e eles viveram felizes para sempre literalmente - porque são imortais. Imortais até terem as cabeças arrancadas e os corpos queimados, mas imortais. Ainda bem que peguei os livros emprestados, pois se eu tivesse comprado eu teria queimado, porque nem a biblioteca merece receber esse tipo de livro como doação! Então, pra quem achou o filme lindo, acho que os produtores resolveram mudar tudo porque eles também não devem ter gostado do livro, ahahahah.... 
Sem querer cortar o barato de vcs, mas de boa: não recomendo. A história fica massante demais, e todas as expectativas morrem. Como eu queria que o Blade aparecesse no final da história pra caçar todos aqueles vampiros brilhantes. Ou fadas, sei lá, afinal, fadas são brilhantes, bondosas e voam. Os vampiros quase voam, acho que são fadas. Normalmente eles são sedutores e possuem instintos sexuais bem aflorados, mas não possuem sentimentos. Gostei mais de The Vampire Diares, e olha que muitas vezes a leitura me irritou também. Até na série The Vampire Diares, na primeira temporada o Damon fala "que falta faz Anne Rice, ela sim escrevia histórias boas sobre vampiros...". Nunca li Anne Rice, mas se o livro "Entrevista com um Vampiro" for tão bom quanto o filme - que tem o meu Tom lindooo =) - já vale a pena!
Então taí a dica de livros que eu NÃO recomendo: saga Crepúsculo! Muito ruim!
Até a próxima, sweeties!
Beijo, beijo...

2 comentários:

  1. Ceci. Amei o blog. Procure no G+ por Claire Scorzi. Ela tem muita coisa de literatura lá. Depois me fale.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadinha pela dica e pela visita Marcio! Vou procurar, beijooo.

      Excluir

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por