segunda-feira, 11 de abril de 2016

Apenas um post de desabafo...

Hello, Sweeties, tudo bem?

     As coisas pra mim estão meio tristonhas... Amanhã faz seis anos. Seis anos que meu pai fechou os olhos para sempre. Seis anos que não brigo mais com ele, seis anos que não rio mais com ele. Seis anos que não ficamos horas sentados contando histórias, seis anos que não ficamos sentados olhando o tempo, ou os fogos de artifícios. Seis anos que não comemoro seu niver, seis anos que não encerro uma briga cantando "Once Upon a Dream", enquanto o puxo para uma valsa, imitando a Aurora no desenho da Bela Adormecida - como se eu (ou ele) soubéssemos dançar valsa, hahaha! Seis anos que pensei que nunca seria possível chegar até aqui. Mas cheguei.


     Meu pai me viu dar muita cabeçada, sabe. Me xingou muito, mas torceu muito por mim. Me viu entrar na faculdade, mas não me viu sair de lá com um diploma na mão. Me ouviu falar de sonhos de estudar mais e mais, mas não teve a oportunidade de me ver feliz ou triste por causa do excesso de trabalhos dos professores malas da pós - graduação.
     Semana passada eu me perguntava o motivo de eu estar tão mau humorada - detalhe: sou mau humorada sempre, mas estava demais, haha - e, hoje eu me lembrei: é porque faz seis anos. Não é uma dor que se esquece, quem fala que esquece é mentiroso. Também não fica mais fácil, pois a saudade é terrível! Mas, aprendemos a sobreviver. É assim com tudo na vida, não é mesmo? Passamos por altos e baixos, mas por fim, sobrevivemos.
     Sinto falta do meu pai. Muita mesmo! Não imaginei que fosse possível sentir tanta falta assim de alguém, mas eu sinto. Portanto, esse post de hoje, é mais pra colocar isso pra fora mesmo, afinal, esse ano, decidi não fazer diário. E olha que faz mais ou menos 15 anos que escrevo em diários, é até esquisito não fazer um!

Um grande e apertado abraço de urso pra vocês, meus amores!

Beijoooo! (^.^)




6 comentários:

  1. Olá Cecy
    Lendo seu post fiquei emocionada, meu pai também se foi e quando comecei a ler seu post me veio aquela dorzinha chata que só quem já perdeu alguém que amava muito sente.
    Lembro que ele sempre me abraçava forte e sinto tanta saudade disso :( Sinto saudades de tudo, mas infelizmente a vida é assim.
    Fica bem, lá de cima ele está te olhando e se sentindo muito orgulhoso de você ♥
    Bjo

    Tati C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati, querida... Realmente é uma dorzinha chata, muitas vezes nem notamos que ela está ali, até que ela aparece sem mais nem menos... E ficam apenas as lembranças dos beijos, abraços e carinhos... Aiai, tempo, tempo, tempo, tempo... 💟💟

      Excluir
  2. Oii Cecy..lendo a sua postagem fiquei muito abatida por você. Ainda tenho meu pai, a saúde dele não anda nada bem. E a cada dia só piora. Não convivo muito com ele, por não morar próxima. Mas somos um grude. Foi graças a ele que passei a gostar a ler. Ninguém da minha familia gosta. Sempre tenho medo de perde-lo. Peço a Deus que ele esteja sempre te confortando, pois pode passar vários anos, mas a dor de perder alguém que ama é difícil de passar. Mas saiba que seu pai celestial ele sente bastante orgulho por essa filha que ele tem, e é por isso que ele tem te cuidado.
    Beijocasss!! PS: Qualquer coisa é só falar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sarinha, torcendo aqui pela saúde do seu pai. E com certeza, o Pai do céu me sustentará! Nós sustentará!

      Beijoooo, obrigada pelo apoio! =)

      Excluir
  3. Oiie Cecy, fiquei muito emocionada com o seu desabafo, que Deus te dê forças para continuar, e procure lembrar sempre dos momentos bons que você teve com ele. Eu perdi minha irmã quando eu tinha uns 13 anos e ainda sinto muito sua falta, mas quando eu lembro dos momentos bons que tivemos meu coração se conforta! Que Deus te abençoe e te dê forças, ah e siga o meu conselho!

    *Beijokas -Hellen Barros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida, obrigada pela força,sinto muito por você ter perdido alguém tão próximo e com tão pouca idade, mas é isso o que você disse mesmo, lembrar dos bons momentos e ser feliz, não é verdade?

      Um beijo, minha flor!

      Excluir

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por