segunda-feira, 27 de junho de 2016

TAG: Esse ou Esse?

           Hello, Sweeties...
     Internet finalmente voltou, aêêêêê... Fora que final de bimestre, encerramento das aulas, fechamento de notas e ainda tive um pepino grande pra resolver, precisei mudar de escola faltando dez dias pra encerrar as aulas... Foi punk deixar meus alunos, mas, estou com uma sala maravilhosa, não posso reclamar. Deus é bom!
         Preciso pedir mil perdões a Hellen Barros do blog Apenas Giz por ter demorado tanto pra responder pra responder essa TAG. Deixei um recado: "amanhã eu respondo", e esse "amanhã" me deixou na mão, pois foi quando minha net pifou. Maaaassss, já estou de volta, e vou responder loguinho essa TAG muito da hora.

Imagem: Blog Apenas Giz

        Pra quem não conhece, essa TAG é uma "batalha" entre livros. São sete livros escolhidos pelo (a) blogueiro (a) que te indicou para o desafio. E as regras são:
  • Colocar o nome do blog que te indicou no início do post;
  • O livro que dá início à batalha é o livro ganhador do blog que te indicou;
  • Seguindo a lista de livros indicados pelo blog que te indicou para a TAG, o blogueiro deverá ir escolhendo de acordo com a seguinte ordem: pode deixar o livro que lidera a batalha ou escolher a nova opção e abaixo explica o porquê;
  • Uma vez que tenha o seu livro ganhador, escolha sete livros e sete blogs para repassar a TAG.

           Bora lá?



Livro ganhador da Hellen:



     E para mim coube escolher entre:


     Nunca li nada de Dostoiévski - não me julguem! Em compensação a senhora Christie é uma grande autora e eu já li alguma coisa dela - não muita, rs! - e gosto muito, por sinal. No natal eu ganhei Morte no Nilo da filha da minha amiga Dany Costa e foi um super presente. Ainda não li, é verdade, tenho muita coisa parada, mas, já está na fila como próxima leitura, então, fico com "Morte no Nilo" de Agatha Christie.



     Sou fissurada por literatura inglesa, e aqui estão dois grandes nomes de duas grandes autoras inglesas que merecem meus respeitos, mas, me desculpe Mrs. Christie, gosto demais da senhora, mas, vou me bandear pro lado da Mrs. Rowling escolhendo "Harry Potter e a Pedra Filosofal". Não é minha saga favorita, mas, sem dúvida nenhuma, uma das que mais gostei de ler (tudo bem que nunca vou deixar meus filhos lerem, haha). Inteligente, divertida, mas, confesso que me cativou a partir do terceiro livro - meu favorito, por sinal!



     Gente, vocês que me acompanham há um tempinho a mais no G+, sabem que eu tenho uma paixão por sereias. Ainda hoje estava falando com meus alunos que quando eu era pequena e me perguntavam o que eu queria ser quando crescesse, minha resposta era sempre: "Quero ser sereia!" Infelizmente, não consegui ser uma, mas ainda as amo muito. Não li o livro "A Sereia", mas, de boa, eu escolho esse apenas por ser de sereia. Se a trama é boa ou não, aí já é outra história, mas, mano... é sereia! Hahaha!



     Eu chorei, chorei, chorei, chorei largado lendo "A Cabana". Uma trama muito bem escrita que mostra as pessoas como Deus pode agir de maneiras diferentes em nossa vida, como Ele pode nos amar e nos deixar livres ara fazer nossas próprias escolhas. Livro fantástico, creio que todo mundo deveria ler, e não apenas nós cristãos. O desfecho é muito bonito, e, apesar de não acreditar que a morte é retratada da maneira que o autor pensa, achei um livro cativante, foi o primeiro livro que comprei e guardei, antes eu costumava doar após ler. Mas aí, devido a uma chuva intensa ele molhou e eu o perdi! =( 



Jura?!?

  Eu não conheço esse A Filha do Louco, mas eu li a sinopse e não me interessou em nada! Então eu fico novamente com "A Cabana", por ser um livro voltado para o crescimento espiritual. Tenho muitos amigos que não professam nenhuma fé e por isso não leram, ou, pessoas da minha própria religião que não concordam com o autor. Como eu disse lá em cima, também não concordo, mas é uma leitura que traz um enriquecimento espiritual tão grande... Me senti em paz quando li!


     Eu tive muita dúvida quanto a esse último. Como já deu pra notar, tenho um carinho enorme por A Cabana, mas, gente, o que é esse Julieta? Eu não li o livro, mas fique encantada só de ler a sinopse dele. Sou shakesperiana, dramática - adoro fazer um drama também, hahahah - e, apenas lendo uma resenha desse livro eu me encantei e fiquei doida pra ler. Não comprei ainda, mas, em breve... quem sabe? Hahaha... Mas, como não li o livro, acho xarope dar a vitória por uma sinopse bem feita, então, o meu livro vencedor dessa batalha fica sendo realmente, "A Cabana" de William P. Young. Quem não leu, leiam! Vale MUITO a pena!





     E agora chegou a minha vez de escolher os liros e os blogueiros, hehehe... Então, bora lá... Os livros selecionados são:

  • A Imperatriz dos Etéreos - Laura Gallego García;
  • Nos Bastidores da Mídia - Michelson Borges;
  • Magnus Chase e os Deuses de Asgard - A Espada do Verão - Rick Riordan;
  • Orgulho e Preconceito - Jane Austen;
  • A Última Música - Nicholas Sparks;
  • O Menino do Dedo Verde - Maurice Druon;
  • Você Não Está Sozinho - Max Lucado

      E os sete blogs indicados são:
     Então é isso, meus amores. Um beijo, um queijo e até a próxima!



segunda-feira, 13 de junho de 2016

X-Men Filmes Expo


     Hello Sweeties, tudo bem com vocês?

      Espero que sim!
     Como ontem eu estava de boa - e foi fim de semana de pagamento, rs - minha amiga Quenia e eu fomos até o Jardim Europa em Sampa para ver a Exposição do  X-Men. Eu sei que o foco do blog não é esse, mas, eu não resisti, quis contar e mostrar tudinho pro cês!


     Estava um frio do caramba, mas, ao mesmo tempo um solzinho gostoso, então, por isso os óculos escuros apesar da blusa enorme, haha! Essa é a entrada do MIS, quase morri de emoção ao ver escrito "X-Men Filmes Expo", me senti entrando no universo mutante da Marvel. O espaço é muito bonito, do lado de fora do museu tem a Feira da Serrinha que vende antiguidades, muito fófis o lugar. Assim que entramos, na recepção eles nos colocam um selinho na blusa com o nome da exposição que a pessoa visitará e nos informam por onde entrar e tals. 


   A exposição está acontecendo no Museu de Imagem e Som (MIS) no Jardim Europa, em São Paulo, e ficará por lá até o dia 03 de julho. Pra quem é de São Paulo, vale a pena, é pequena a exposição, mas, dá pra encantar a todos. O MIS volta e meia recebe exposições diferentes. Já aconteceu uns anos atrás a exposição do X-Tudo (lembram?!?), do Castelo Rá-Tim-Bum e há pouco tempo uma do Tim Burton. Eu sou do interior, mas, sempre que posso, vou até a Capital pra ver exposições e afins. Lembra que uma vez eu fui até a Pompéia só pra ver uma TARDIS em exposição? Pois é, sou dessas, rs. Bora fazer um tour, então?



A entrada da exposição tem a placa tão conhecida por nós, identificando a "Escola" do professor Xavier, e a réplica é tão bem feita que nem parece que estamos em um cenário, sabe. Ao menos pra mim, não pareceu, haha! Juro que deu até um gelinho na barriga, uma emoçãozinha básica, hahaha. 


      E qual não foi minha surpresa ao descobrir que a primeira roupa exposta é a da minha queridinha Storm? Essa foi a roupa usada por Halle Berry nos três filmes dos mutantes: X-Men - O Filme, X-Men 2 e X-Men: O Confronto Final. Eu fiquei toda empolgada e queria vestir a roupa, mas, não rolou, só estava exposto mesmo, hahahaha! 



     Minha amiga Quenia na hora começou a rir parecendo uma doida devido ao meu ataque ao ver a a roupa da Ororo - imagine só se eu tivesse visto a própria, rsrs? O cenário é muito bem feito, o X que marca a entrada para o Cérebro estava representado em um grande cenário, eu até tentei fazer um X com os braços e pernas, mas não rolou, humpf! 


Além das roupas, acessórios também estavam expostos lá, como aqui ao lado, onde vemos a cauda do Kurt Wagner, o Noturno de Allan Cummings no filme X-Men 2. A cauda foi feita com metal interno para dar a forma e revestida com espuma, para não pesar. Para colar a cauda na roupa, foi colocado velcro na ponta, possibilitando assim o ator transitar tranquilamente com aquele troço enorme. Do mesmo material também foi feita a cauda do mutante Azazel do filme X-Men: Primeira Classe, diferenciando apenas na cor - uma vez que Azazel é vermelho.



     Esse capacete do Fanático foi feito com espuma e pintado com tinta parecida com metal, para que o ator tivesse mobilidade. Ao lado está aquele capacete lindo que o professor Xavier usa na Jean no terceiro filme após Logan recuperá-la do lago e ela estar começando a conhecer seu lado muito louco de Fênix.



     Não adianta, todos amam o professor Hank McCoy. Essa roupa é feita de espuma, silicone e sei - lá - mais - o - que. Eu imagino o calor dos infernos dentro dessa fantasia, haha.

    
 Claro que não podia faltar as garras de ossos e as de adamantium (na verdade, só uma garra de adamantium há aqui) de Wolverine, as plaquinhas do exército e o charuto do mesmo, o visor e os óculos que James Marsden usou vivendo Ciclope, as teses e diploma do professor Xavier de Oxford, o pedido que eles dão para o presidente no filme X-Men 2 para a igualdade dos mutantes, os acessórios do Mercúrio do filme X-Men: Apocalipse, a asa quebrada da Angel que fica exposta no filme X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, e tals. Tudo quanto é tipo de capacete que se possa imaginar também estava lá: uns dois ou três Cérebros diferentes, o capacete do Magneto, o capacete de um carinha que não lembro quem é, hehe, o xadrez de vidro de Magneto e o xadrez do professor, e muito mais!



     Quenia fãzoca de Jean Grey quase se sentiu a própria quando viu a roupa usada por Famke Janssen no filme X-Men: O Confronto Final. Eu adorei essas botas, olha só que espetáculo! Só que fico pensando quanto tempo leva pra amarrar essa bota, meu caneco, é cadarço pra mais de metro, gente! Minha irmã mais velha que curte essas roupas doidas, não duvido nada que se ela se deparasse com um figurino desses, ela sairia por aí com ele, hahahah! E, mano, essa mulher deve ser muito alta, achei essa roupa enorme.  Se bem que se for levar em consideração que todo holandês é alto, Famke não poderia ficar atrás, não é? A roupa de Magneto também está ali, muito bonita e completinha, ou melhor, quase completinha, pois não vi aquele peitoral muito da hora. A imagem ainda mostra a prótese que a atriz Rebecca Romjn - outra holandesa alta - usava na cabeça vivendo a Mística. Além dessa prótese de cabelos, Rebecca tinha próteses nos seios, braços, ombros e sei lá mais onde e o resto do corpo era pintado de azul. Não sei qual foi o processo de maquiagem de Jennifer Lawrence, mas ficou muito parecido com o original de Romjn.


     Os capacetes do Cérebro usados durante os três primeiros filmes por Patrick Stewart também estavam por lá, ao menos uns três diferentes. Na foto ao lado temos o branco cheio de cabos e o dourado muito louco sem cabo nenhum, e, muito bonito, por sinal.  E no meio, tem o traje amarelo usado por James McAvoy no filme X-Men: Primeira Classe, e uma foto pequena do ator ao lado. Seria muito legal ter ele exposto lá junto, mas, não foi dessa vez e eu tive que me contentar com uma pequena foto do James. Fazer o quê?



     Na última sala ainda, há uma televisão passando o trailer no novo filme X-Men: Apocalipse, e aos lados do aparelho televisor vemos imagens diversas: de um lado, momentos dos quadrinhos e do outro, os atores do último filme. Na parede ao lado, encontramos um grande poster com o elenco do filme, e uma surpresa: lembra que eu falei lá em cima que apenas uma garra de adamantium do Wolverine estava exposta? É pelo fato de a segunda estar aqui, fincada no poster, possibilitando assim a pessoa de poder pegar a garra e se sentir o Wolverine - olha ali eu me achando, rs. No meu caso, Wolverine fêmea...  Aff, momento mula, estava demorando. Deletem isso da vida de vocês! 


     E nada melhor que um cappuccino velti (500ml) de chocolate quentinho da Starbucks pra encerrar o dia frio. Hummm... Diliça!!!



     Quero agradecer a super Quenia por estar sempre nessas doideiras comigo. Claro que não vou falar que é só pelo fato de ela morar na Capital que eu a arrasto pra esses eventos, nada disso, haha. A Quenia é minha irmã. Branca, é verdade, mas é irmã. Muito obrigada por me levar, Queca, eu não saberia chegar sozinha lá, hahaha!

     Então é isso meus amores, quem tiver a oportunidade, visitem o local, é muito bonito e interessante. E o melhor: É DE GRÁTIS! Hehehe! Sim, vocês ouviram bem, de grátis! 

     Um abraço apertado, meus queridos, um grande beijo, e eu prometo resenha para o próximo post!


Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por