quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Tomar Uma Coca-Cola Com Você - Frank O'Hara

    Olá meus amores, tudo de boa?
Por aqui tá de boa também. De dia fez muito sol e agora está chovendo. Aproveitei o tempo com meu irmão, minha cunhada e sobrinhas e tomamos um banhão de chuva. Agora já estou de banho tomado, pijama vestido, fugida da família no meu quarto e... espirrando! Que meleca! Hahahah... Vai querer tomar banho de chuva, besta! Hahahahah...

    Então, como minha família já está me chamando, preciso fazer sala para a família - noss, fazer sala? Como sou velha, hahah - e vou colocar aqui um poema contemporâneo que eu adoro!

   Bora lá?

Imagem da Internet 
    Tomar uma Coca-Cola com você
É ainda melhor que uma viagem à San Sebastian, Irun, Hendaye, Biarritz, Bayonne
Ou que fica enjoado na Travessera de Gracia em Barcelona
Em parte porque nessa camisa laranja você parece um San Sebastian melhor e mais feliz
Em parte porque eu gosto tanto de você
Em parte porque você gosta tanto de iogurte
Em parte por causa das tulipas laranja fluorescente contra a casca branca das árvores
Em parte pelo segredo que nos vem ao sorriso perto de gente e de estatuária
É difícil quando estou com você acreditar que existe alguma coisa tão parada
Tão solene, tão desagradável e definitiva como estatuária quando bem na frente delas
Na luz quente de Nova York, às quatro da tarde nós estamos indo e vindo
De um lado para o outro, como a árvore respirando pelos olhos de seus nós
E a exposição de retratos parece não ter nenhum rosto, só tinta
De repente, você se surpreende que alguém tenha se dado ao trabalho de pintá-los
Olho pra você e prefiro de longe olhar para você do que para todos os retratos do mundo
Exceto talvez às vezes o Cavaleiro Polonês que de qualquer maneira está no Frick
Aonde graças à Deus você nunca foi de modo que eu posso ir junto com você pela primeira vez
E isso de você se mover tão bonito mais ou menos dá conta do Futurismo
Assim como em casa nunca penso no Nu Descendo a Escada ou
Num ensaio em algum desenho de Leonardo ou Michelangelo que costumava me deslumbrar
E o que adianta aos impressionistas tanta pesquisa
Quando eles nunca encontraram a pessoa certa para ficar perto de uma árvore quando o sol baixava
Ou por sinal Marino Marini que não escolheu o cavaleiro tão bem quanto ao cavalo
Acho que eles todos deixaram de ter uma experiência maravilhosa
Que eu não vou desperdiçar
Por isso estou te contando.

(Tradução por Luiza Franco Moreira)



E quem aí já garantiu seu exemplar de Uma Estranha Sensação? Clique AQUI para saber mais!

12 comentários:


  1. Cecy lindaaaaa
    Eu ainda não conhecia esse poema, mas que amorzinho ♥♥♥
    Eu simplesmente adorei :)
    Já comecei me apaixonando pelo título, eu amo coca cola kkkkkk
    ótima quinta
    bjo

    Tati C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati, que bom vê-la por aqui!
      Esse poema é muito bonitinho mesmo, conheci no filme A Fera. Ele é adorável mesmo!
      eu gostei dele desde o título também, estou tentando me livrar do vício da Coca-Cola, mas, é difíciiilll... Já melhorei muito, rs!

      Beijoooo

      Excluir
  2. Olááááá Cecy!!!
    Que poema mais amor é esse???????
    Não conhecia e "garrei" de amor nele!
    Todo trabalhado na fofurice!!!
    A parte das tulipas laranjas e a casca branca das árvores me encantou <3
    Eu amo tulipas rsrsrs
    Ótima quinta pra ti flor com poema poesia flor e coca-cola!
    Bjssssss Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Luliii!!!
      Você viu que gracinha? Sem rimas, sem nexo e muito fófis! Eu imaginei a cena das "tulipas laranjas e a casca branca das árvores" também!

      Um fim de semana abençoado pra você e sua família!

      Beijoooo

      Excluir
  3. oi cecy , tudo bem?

    kkk que menina sapeca em?.
    Flor adorei o poema, a coca-cola presencia cada momento de nossas vidas. Há se essa delícia tivesse boca kkk, o poema é encantador, muito lindo beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Adoro esses poemas assim, que não se preocupam com rimas versos e estrofes, apenas com a melodia das palavras e do coração...Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Eu penso a mesma coisa. Sem preocupações com rimas, com versos em prosa... Esse poema é muito bonito e fofo, eu gosto muito dele!


      Beijooooo

      Excluir
  5. Oi Cecy! Que inspiração mais gostosa esse poema! Muito fofinho e combina realmente com uma coca-cola S2

    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÂO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta, tudo de boa?
      Eu falei a primeira vez que ouvi esse poema, que ele combina com Coca-Cola, hahah...

      Beijoooo

      Excluir
  6. Eu sou apaixonada por essa poema desde que assisti aquele filme "A fera"com a Wanessa Hudgens na primeira vez que eu assisti ele.
    Esse poema é muito lindo


    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Babi! Saudade de você! Eu também conheci esse poema no filme A Fera, fui procurar ele inteiro e me apaixonei!

      Beijoooo!

      Excluir