quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Poema de Natal - Vinícius de Moraes

    Olá, amores, tudo de boa como vocês?
Natal é com certeza minha época favorita do ano. As pessoas ficam mais amorosas e parecem se lembrar mais sobre nosso Criador. Apesar de natal lembrar presentes e Papai Noel, não devemos nos esquecer que é também a representação do nascimento de Alguém muito especial. 



    Então, sapeando por aí, descobri que um dos meus poetas favoritos escreveu um poema com o nome "Poema de Natal", mas, tem um significado muito, mas muito estranho para essa época, hahaha. Não fala sobre a decoração, os sinos e as luzes, ou sobre Papai Noel, mas, traz uma dor na alma tão forte que nos deixa muito pensativos. O que estamos plantando hoje?



Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos - 
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.

Assim será a nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos - 
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.

Não há muito que dizer:
uma canção sobre um berço
Um verso, talvez, um amor
Um prece por quem se vai - 
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte - 
De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos imensamente.


    E aí, o que acharam? Quem quiser ouvir também, tem o link no YouTube, é só clicar aqui.


Beijooooo

8 comentários:

  1. Que profundo, confesso que estou muito sensível hoje, acabei de ler e fiquei emocionada, sei que não é pra tanto, mas as lembrança svem de imediato quando estava lendo adorei.

    Taynara Mello
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Tay! Que bom que gostou. Eu acho esse poema muito forte e muito fúnebre, mas, muito bonito também!

    Beijoooo

    ResponderExcluir
  3. Olááááá Cecyyyyyy
    Esse poema é maravilhoso!
    Confesso que não entendo muito de poemas, os significados, mas dá mesmo uma vontade de chorar, talvez por ser tão reflexivo, triste, intenso e profundo, talvez por falar grandes verdades, ou simplesmente porque é lindoooooooooooo!
    Bjsssss Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luli!!!
      Também tive essa sensação, de ouvir grandes verdades!

      Beijooooo

      Excluir
  4. Oi cecy! Adoro entrar no seu blog e ver poeminhas :)
    Tudo tão fofo! Que possamos levar a vida sempre assim...

    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rô! Que linda que você é, assim fico toda convencida, heheh...

      Beijoooo

      Excluir
  5. Adoro poemas, sou extremamente sensível a alguns, bjocas flor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério Joyce? Às vezes eu coloco uns aqui, não é sempre. Sou meio ogra com relação a poesias, mas, algumas me tocam fundo!

      Excluir

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por