quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Resenha #71: Champion - Marie Lu

    Olá pessoas, tudo bem?
Acho que falei ontem que hoje seria dia de TAG, mas, me atrapalhei aqui, e como já estava com essa resenha pronta, resolvi trazer.
Para quem não leu Legend e Prodigy, sugiro que leia, pois, podem haver spoilers dos outros livros. Se já leu os outros e, não leu esse, prometo tentar ao máximo não falar nada grave. Se não conferiu as outras duas resenhas, clique AQUI para o primeiro e AQUI para o segundo livro.

      Bora lá?

Imagem MLC
 SINOPSE: No emocionante desfecho da trilogia Legend, June ocupa uma posição privilegiada no governo e Day trocou a alcunha de criminoso mais procurado do país peça de herói nacional. Mas quando tudo parece conspirar a favor da paz, a ameça da guerra ressurge na forma de um vírus mortal que começa a espalhar o pânico  entre as colônias. Em Champion, a vida de milhares de pessoas está novamente nas mãos de June, a menina-prodígio da República. Mas salvá-las significa também enfrentar novos desafios e exigir novos sacrifícios de seu amor. 


       Day e June conseguiram fazer com que a República apoiasse o novo Primeiro Eleitor, Anden, por que eles descobriram que o cara era realmente gente boa e estava disposto a fazer diferente de seu odioso pai. Tudo estava correndo bem, menos os corações dos protagonistas, pois, a separação doía. Fazia meses desde que Day tinha terminado tudo com June, e ambos sentiam falta um do outro o tempo todo. Mas, ao invés de a paz imperar por mais tempo, as Colônias ameaçaram a República, pois, eles haviam descoberto que um vírus de uma nova praga estava tocando o terror nas Colônias, e ameaçaram uma guerra contra a República caso Anden não desse um antidoto. Até aí, tudo bem. O problema? Os testes precisariam ser realizados com o sangue de Eden, e o Primeiro Eleitor pede a June que telefone para Day, para que ela o convença a deixar que seu irmãozinho – e única família – seja novamente cobaia para realizar os testes. June agora está em um alto cargo do governo, e nem imagina que o motivo real para Day ter terminado com ela seja o fato de ele estar morrendo.

     E infelizmente, vemos o quadro da Lenda da República piorar com o passar das páginas, e agora, com a ameaça de uma guerra, Day novamente precisa tomar as rédeas do país, pois, as pessoas confiam mais nele do que no governante.  Durante o reencontro dos dois, é possível sentir as faíscas pularem das páginas e passar para o leitor, e June, que descreve Day sempre com tanto amor, nos faz permanecer apaixonadas por Day, pelo casal em si.

     Day agora está em uma sinuca de bico, pois, ao mesmo tempo que tem de lidar com a saúde do irmão, com a própria saúde mais frágil ainda e com o amor que sente por June, precisa ainda passar por cima de tudo o que ele quer proteger para um bem maior. Mas, será que ele está disposto mais uma vez a sacrificar tudo? Simultaneamente, June finalmente descobre o que aconteceu na noite da morte de seu irmão Metias – motivo que a fez ir atrás de Day, pois, foi convencida de que o menino tinha matado Metias – e confesso que nunca na minha vida, teria imaginado algo tão forte, tão incrível e tão cruel como a autora destruidora de corações criou.

     Gente, eu amo distopias, todo mundo sabe disso, mas, essa eu confesso que realmente me cativou. Day e June são adoráveis, e Anden é um Zezão irritante, mas, dá para ver as motivações, suas mudanças e conceitos, e dá para entender suas atitudes. Só não entendo o amor dele por June que vem se arrastando desde o segundo livro e eu nunca entendi onde aquilo começou. Eden, o irmão caçula de Day é só um menininho, mas, tem uma maturidade tão grande durante todo o livro que dá até gosto de ver, e podemos sentir como os irmãos sentem orgulho um do outro e como se amam incondicionalmente. June continua aquela fofa, confusa muitas vezes, sempre dividida entre o que se deve fazer e o que é o certo, e sempre nos surpreendendo com suas decisões.

Imagem MLC
      Não vou falar muito, porque sem querer já dei spoilers ali em cima – spoilers dos livros anteriores, que fique bem claro, rs. Agora, preciso falar uma coisa, gente: o final desse livro me arrasou! Chorei? Óbvio! Nunca na minha vida, imaginaria um final como aquele. Claro que em distopias, em trilogias, em sagas e séries, sempre há uma guerra, e muita gente boa morre em guerras. Não é diferente neste livro, mas, o preço é alto demais, e não sei se eu seria altruísta o suficiente para tomar uma decisão que uma determinada pessoa tomou. Decisão essa que mudou a vida de todos.

     O livro termina com um salto de dez anos no tempo, e os protagonistas já estão com suas vidas feitas. June se lamenta, pois, seu irmão Metias faleceu com a mesma idade que ela tem agora, e dói em seu coração o fato de que a partir de agora, ela será mais velha, enquanto ele sempre terá 27 anos. E dá pra chorar mais um pouquinho, eu chorei bastante no último capítulo, e mais um pouco no epílogo. Tem um e-Book ainda que conta sobre a rotina dos protagonistas antes do primeiro livro, mas, ainda não consegui ler.

     Só sei que essa trilogia conquistou meu coração, e vai para as queridinhas. Minha saga favorita sempre será As Crônicas de Nárnia e minha distopia favorita sempre será Jogos Vorazes, mas, essa aqui está com um espaço quase tão grande quanto Divergente em meu coração, rs.

      Então era isso, pessoas! Beijoooooo....
           
            Champion – Do Caos e da Lenda Surgirá um Campeão – Marie Lu. Editora Rocco, 322 páginas.  Quem quiser me dar, estou aceitando de presente, pois li em e-Book. Simplesmente, amei! Super recomendo!

Beijooooo

6 comentários:

  1. Oi, Cecy!
    Socorro que eu fiquei arrasada com esse final. AAAAA
    Mas amo demais essa trilogia e irei protegê-la.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lu!
      Nem me fala, o final me matou! Sou a pessoa que adora fugas de clichês e tals, mas, esse me pegou de jeito. Notei que estava doida por um final clichê, hahaha!

      Beijoooo

      Excluir
  2. Oi! Que tal?,
    Gostei dá entrada, foi ótimo.
    Acabei para seguir seu blog, você me seguiria de volta?...

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laura, bem-vinda!
      Vou seguir sim, obrigada pelo carinho!

      Beijoooo 💖

      Excluir
  3. Oiii, Cecy! Confesso que logo que foram lançados os livros dessa trilogia, fiquei com vontade de ler, mas depois deu aquela desanimada, sabe?! Mas quem sabe um dia crie coragem e leia, os livros parecem maravilhosos.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mi!!!
      Leia, leia, leia, leia, leiaaaaa!!!

      BeijiioB

      Excluir

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por