sábado, 18 de agosto de 2018

{{BEDA - Post #18}} - Resenha #83: Úrsula - Serena Valentino

   Olá, enfermeiraaaa....
Hoje venho trazer uma resenha de um livro lido no começo do ano que descobri que ainda não tinha trazido. Sim, isso acontece bastante, rs. Como sabem, ainda estou sem computador, e isso me destrói, por que tenho diversas resenhas salvas lá, e sabe-se lá quando que o moço vai me devolver meu Blu. Sim, meu notebook tem nome, e seu nome é Blu, porque ele é azul (se bem que parece preto, de tão escuro que é...), e eu espero que ele volte com tudinho em ordem, inclusive, as resenhas, rs. Mas, enfim, bora lá?
Imagem MLC

SINOPSE:
Toda história tem dois pontos de vista. De que lado você está?

Descubra neste livro os segredos do passado de Úrsula, qual era o seu papel no reino de Tritão, o que motivou sua expulsão do Reino e, principalmente, como ela se tornou a temida Bruxa do Mar que enfeitiçou Ariel.

    Eu discordo só um pouquinho dessa sinopse, eu não acho que haja só dois pontos de vista da história, são sempre três lados: o seu, o meu e a verdade. Nesse aqui, nós vemos o lado da Bruxa do Mar, uma vez que nós já conhecemos o da Ariel. Detalhe importante: esse livro é baseado no conto da Disney e não no original, e essa autora, a Serena Valentino, ela escreve estórias oficiais da Disney, então, a empresa aprovou esse conto como se fosse verdade, acho importante destacar isso. Agora que ficou claro, bora pra resenha?


Imagem MLC
   Úrsula era uma pessoinha feliz que não conhecia sua história de vida real. Ainda bebê foi adotada por um pescador que a amava incondicionalmente e que realmente a considerava sua filha. Ela foi encontrada agarrada em um pedaço de madeira lascada sobre as ondas por aquele homem que a amou no momento em que colocou os olhos nela, e todos os dias ele se despedia dela com um aceno e ela rezava para que os deuses do mar o levassem de volta para casa ao fim do dia. Com o tempo, ela foi mostrando sinais que não eram humanos, ficou com muito medo e não confiou em seu pai para lhe contar o que estivesse acontecendo com ela, deixando que o tempo se encarregasse. Ela sentia o tempo todo que o mar a chamava, que de alguma forma, este tivesse algum tipo de poder/influência sobre ela. E por vários dias, ela ia até um penhasco e pensava em se jogar, pois, de alguma forma, ela tinha certeza que nada aconteceria se ela realmente levasse adiante essa ideia, como de fato, um dia aconteceu. Ao cair no mar, ela notou que conseguia respirar dentro da água, e, após ficar um tempo na água, saiu caminhando como se nada tivesse acontecido. O que ela não esperava era que alguém visse isso: uma menina se jogando de um penhasco e saindo do mar mó de boa. Foi então que tudo começou a ficar muito ruim, e seu pai para protegê-la se ofereceu para aquele povo que queria fazer justiça com as próprias mãos, enquanto ela fugia.

Imagem MLC
   Com o coração endurecido, Úrsula quis se vingar de toda a comunidade que a fez tanto mal, e começou a destruir todo aquele lugar que outrora ela chamara de lar. Foi quando foi interrompida por alguém que ela conhecia, mas, não tinha a menor noção de quem era de verdade, e após esse encontro, a vida dela deu novamente um giro de 180º, pois, primeiro, ela perdeu a única pessoa que a amou de verdade - e a única pessoa que ela amou também -, e agora, estava descobrindo mais sobre seu passado, de onde ela realmente era, a que povo pertencia e tudo o mais. Úrsula bem que tentou, mas, não era feliz do jeito que tinha sido obrigada a viver, ela sabia que novamente não estava em sua forma real, e isso a incomodava profundamente. Foi quando um dia, ela saiu da linha, e aquele que a tinha acolhido antes, revelou de verdade qual o motivo de ela ter ido parar no mundo dos humanos, e descobrir isso, fez com que ela descobrisse um ódio interior tão grande quanto perder seu pai, e tamanho ódio corrompeu completamente seu coração, foi quando Úrsula tomou a sua verdadeira forma (a que nós bem conhecemos), e foi para as profundezas sombrias, onde poderia governar da forma como bem entendesse.

Imagem MLC
    Eu já conhecia a escrita de Valentino desde o ano passado, quando li A Fera em Mim, trama contada pelo ponto de vista do príncipe Fera, e aqui temos a chance de reencontrar algumas personagens daquele livro, como Circe e suas irmãs bruxas, além da gatinha Pflanze. Ela também faz questão de colocar algumas referências sobre a Rainha Má e a Malévola, personagens de outros livros seus. Em determinados pontos dos livros, vemos até que A Fera em Mim (RESENHA) e Úrsula se fundem em certo ponto da trama, fazendo com que o enredo fique mais atraente. Eu sempre falo que independente dos motivos, nada justifica uma pessoa ser má, mas, para Úrsula, a rejeição que sofreu por toda a sua vida, fez com que ela desenvolvesse desprezo por todos, então, pra ela dane-se o que eu penso, hahahaha.
Amo releituras e vocês sabem disso, e achei o máximo a proposta de Valentino, de resgatar o ponto de vista dos vilões para que nós conhecêssemos o outro lado da história. 

Imagem MLC
    Para quem curte fantasia e contos de fadas, esse livro é uma ótima pedida, viu? Recomendo sim!



Úrsula: A História da Bruxa do Mar (Poor Infortunate Souls: A Tale of the Sea Witch) - Serena Valentino. Editora Universo dos Livros, 176 páginas, 2016.

Vou ficando por aqui, amores!

Beijoooo

2 comentários:

  1. Adoro releituras também, esses estão na lista para o futuro, atualmente (pós-Bienal rs) estou impedida financeiramente de adquirir novos livros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo, hahahah! Eu levei anos para comprar, eu via nos cstacatálda Avon e nunca decidia, quando decidi, não tinha mais! 😒
      Aí, achei um na banca, dois voltaram pro catálogo, ganhei um na Bienal e soube hoje que já lançou mais um, da bruxa de Rapunzel. Já quero, né?

      Beijoooo 💙

      Excluir

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por