segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Happy Doctor Day!!!

     Hello, Sweeties...

     Eu precisava comentar hoje sobre isso: Feliz Dia do Doutor!!! Há 52 anos, a BBC lançou uma série de ficção científica que na época nem eles mesmos sabiam que daria tão certo: DOCTOR WHO.

     Doctor Who narra as aventuras de um Senhor do Tempo. Quando essa série começou a ser transmitida, os produtores viram que dava certo e investiram pesado. O velhinho bonzinho que roubou uma máquina do tempo e viajava pelo tempo e espaço com sua neta e algumas outras pessoas. Até o ator ficar muito doente e precisar deixar a série. Precisava urgente de um substituto, e o ator escolhido era nada a ver fisicamente com o Doctor. Foi então que surgiu a ideia: e se o Doctor estivesse morrendo, só que usasse um truque para enganar a morte? Todas as células de seu corpo mudariam e automaticamente ele se tornaria uma nova pessoa, com uma nova personalidade? Caso não ficasse bom, ao menos eles tinham tentado, né? O que eles sequer imaginavam é que justamente esse  seria o segredo do sucesso de Doctor Who!

     Agora, minha história com Doctor Who, foi no mínimo engraçada. Eu moro em uma cidade muito festeira, sabe, muito mesmo. E tem uma época do ano que se tem festa a semana toda, e os horários de ônibus mudam, fica o Oh!, e eu faltei na faculdade pois não teria busão pro meu bairro quando eu chegasse. Então, sem nada pra fazer, peguei o controle da TV e mudei de canal. Vi um monstrengo horrível e zuado, e passei pro outro canal. Só que não resisti, eu queria saber que monstrengo era aquele. Dali alguns minutos, vejo correndo uma loura, um nego muito gato, um branquelo super power lindo e o Christopher Eccleston (!!!!!) que era o único que eu sabia o nome e que eu curto muito o trabalho dele desde minha adolescência. Era o episódio "Boom Town" da primeira temporada! No outro dia assisti de novo, achei super legal apesar de ouvir uns nomes que nunca tinha ouvido, e no outro dia assisti de novo, e o Eccleston se regenerou e eu não entendi nada. Ué, eu estava vendo o Eccleston, de repente vejo o carinha que fez o Bart Crouch Jr. em Harry Potter e o Cálice de Fogo? (Eu ainda nem imaginava que esse Doctor Tennant viria a ser o meu favorito, né?) Parei por aí, minha rotina voltou ano normal, uns dias depois eu assisti o segundo episódio da segunda temporada, e fiquei um tempão sem assistir. Quando assisti, era o sétimo episódio da quarta temporada. "Cadê a Rose?" foi a primeira pergunta que fiz, mas me esqueci assim que vi a Agatha Christie no episódio. Quando assisti de novo, mosquei mais ainda, porque vi um outro cara sendo chamado de "Doutor" (meu Matt!) por uma ruiva muito linda... Larguei mão de vez, decidi assistir certinho, o que demorou um bom tempo...

Whovianic dezembro de 2013
     Eu não imaginava que existiam tantos Whovians espalhados por aí, conheci um site onde eu podia baixar os episódios e mais ou menos uns oito meses após eu começar a participar ativamente dese site, os administradores do site marcaram um Whovianic, e eu saí daqui do interior e me descambei pra Capital, arrastei a Quenia comigo, só pra participar desse evento, e gente, tinha um bando de doidos por lá. Uma galera gente boa, gostei de todo mundo. Tinha até uma cópia feminina do Master (antes de ele se regenerar em Missy) e uma cópia masculina da River Song, ele era O River, hahahah... Gravamos um vídeo do 500 Miles que deve estar no YouTube até hoje... No ano passado teve um outro encontro Whovian, na Livraria Cultura do Shopping Bourbon - Pompeia. Claro que arrastei a Quenia comigo de novo, rs!


      Tinha muito cosplay show de bola, sabe! Era cosplay de Missy, de vários Doctors, tinha até uma moça de K-9 por lá! Super divertido o podcast, eu curti bastante e ainda cantamos "Happy Birthday Doctor Who" no final - também deve estar em algum lugar do YouTube, rs! 

     Esse ano eu também arrastei a Quenia pra um outro esquema: lá na Pompeia de novo, a TARDIS estaria exposta. Claro que eu fui, né? Tirei altas fotos! Linda de morrer, com aquele azulão... E, assim que surgir outra coisa, Quenia... Geronimo! Ahahahaha!!!

     Enfim, só falo uma coisa: nesse universo Whovian, tem muita coisa para ser explorada. Ontem eu assisti o episódio novo da 9º temporada, "Face the Raven"... Cara, chorei pakas! Despedida de companion é sempre horrível, dramática, mas confesso que não esperava que fosse do jeito que foi...


     E claro, ultimamente ele tem aparecido bastante em postagens Whovians, então, como sou fã desse cachorro, nada mais justo do que o Snoopy me fazer companhia nesse post, mostrando que também é Whovian, rs! 
   
Engraçado esse negócio, né? Como pode um monte de gente que nunca se viu se reunir pra fazer um evento grande e o negócio dar certo? Se nós nos uníssemos mais em causas sociais com o mesmo afinco que usamos para usufruir das coisas que gostamos e admiramos, acho que nossa sociedade seria melhor... mas não estou aqui para fazer crítica política, não hoje, rs!

     Vou encerrando por aqui, estou com sono. Final de ano acaba com qualquer professor, viu, "pelamor" do guarda, tô um bagaço, precisando urgente de vitamina F: Férias! Ahahahahahah!!!



     Então.... Good night, Sweeties, sonhem com os anjos (não com os Lamentadores vai que eles não são sonho e te levam pra passado e se alimentam da sua energia temporal de dias não vividos no futuro, hein? )


Allons-y! 

2 comentários:

  1. E é claro que assim que vi a sua postagem , vim correndo para ver, e comentar né?! Amei saber a sua história sobre como conheceu Doctor Who, fico muito feliz em saber que existe muito mais pessoas que são tão fãs como nós. Também tinha que comentar no meu cantinho, pois essa data não odia passar em branco, se puder dá uma passadinha por lá. Beijocasss Cecy. PS:Ando achando você um pouco sumidinha lá no g+.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida, obrigadinha pela visita! Estou sumidinha mesmo, é verdade, professora em fim de ano, misericórdia! Vou passar no seu cantinho e comentar também!

      Beijoooo! =)

      Excluir

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por