terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

9/9 - Janeiro

     Olá, chuchus da minha marmita, tudo de boa com vocês?
Espero que sim. 

     Hoje estou trazendo um quadro novo aqui no meu cantinho, onde eu vou trazer as nove melhores coisas do mês anterior. O melhor livro lido, melhor HQ, melhor filme, série, passeio, e assim por diante. Já era pra eu ter feito isso mais no começo do mês, mas, só agora que rolou, então...

     Bora lá?


1. HQ: Mulher-Hulk: Mulher Solteira Procura - Dan Slott, Juan Bobillo, Paul Pelletier.

Eu nunca tinha lido um gibi só da She-Hulk, pra mim foi uma grata surpresa.

Imagem da Internet
2. SÉRIE: The Witcher

A série é bem da hora e mostra um Henry Cavill bem diferente de tudo o que já vimos. Eu curti. E ainda por cima, ficou uma ponta solta para uma segunda temporada.

Resultado de imagem para geralt de rivia
Imagem da Internet
3. FILME: Everything, Everything (Tudo e Todas as Coisas)

Eu demorei muito para assistir esse filme por que o livro é fófis, e quem me conhece sabe que quando eu gosto bastante do livro, não tenho vontade de ver. Mas, curti muito!


Imagem da Internet


4. LIVRO: Todo o Tempo do Mundo - Maurício Gomyde

Eu tenho amado muito a escrita do Maurício, e esse livro além de drama, envolve viagem no tempo... ou seja, nem gostei!

Imagem MLC


5. MÚSICA: Medo Bobo - Rubel

Quem me conhece sabe que não curto esse estilo de música, mas a versão do Rubel é maravilhosa, e definitivamente, essa é a minha música do mês - se não do ano.



6. CITAÇÃO: Albert Einstein

Já conheço essa citação há uns anos e amo muito.
Resultado de imagem para a mente que se abre para uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original
Imagem da Internet
7. ROLÊ: Calçadão Urbanoide - Rua Augusta, 1291. São Paulo.

Comi comida indiana e tomei sorvete tailandês com duas ótimas companhias: minha amiga Queca e o Crébis, rs!

Imagem by Quenia

8. BEBIDA: Refreshers Pitaya - Starbucks

Starbucks é Starbucks, né? Tudo bem que outro dia fui trolada, pedi um chai e recebi um chá verde amargo horroroso, mas, esse Refreshers de Pitaya é mara, eu adorei e repeti!

Imagem by Quenia


9. WATTPAD: As Estações de Yule - Lígia Dantas

Vocês sabem - já falei mais de uma vez, muito mais - que eu amo a Lígia Dantas, e esse conto dela está muito legal e me deixou pensativa com relação a muita coisa. Sugiro que leiam (é curtinho) e que converse comigo sobre ele depois.

As estações de Yule
Imagem da Internet
Leia As Estaçõs de Yule AQUI.

     Então era isso, pessoas. Espero que tenham curtido, em fevereiro tem mais um 9/9. Me contem quais foram as nove melhores coisas para vocês em janeiro.

Beijoooo :)

domingo, 16 de fevereiro de 2020

Citações #7: Malévola - Elizabeth Rudnick


     Olá, pessoas, tudo bem com vocês?

Sei que estavam esperando resenha, mas, estou em semana de provas - sim, as aulas começaram há três semanas, e já teremos uma semana de provas -, então já viram, né? Sem tempo para elaborar uma legal, mas, passei para deixar meu oi, meu carinho e umas citações. 

     Outra coisa que acho importante dizer: meu blog tá com frescura. Eu não estou conseguindo responder os comentários de vocês, e lá embaixo onde deveria ficar o ícone para mandar para a próxima página tem um emoji dizendo que não pode mostrar o ícone, porém, se clicar ali, já vai para a próxima página. Acho que chegou o momento de mudar o layout do meu cantinho - de novo. Vou procurar alguém que pode fazer um layout bem lindo e azul para mim, rs. 

    Enfim... Bora lá?

Imagem MLC

“Nem todos os seres do Povo das Fadas são pequenos. Alguns são tão grandes como nós. Alguns têm asas e outros, não. Mas todos têm orelhas de fadas.” Pg. 11

“Conversavam sobre suas vidas, sobre o futuro deles. Então, no décimo sexto aniversário de Malévola, eles se beijaram – um beijo tão puro, tão honesto, tão real que só podia ser o Beijo do Amor Verdadeiro.” Pg. 49

“Malévola balançou a cabeça. Era tolice se prender a uma fantasia. Suspirou e se deu um sacolejo mental. Tinha que se livrar da melancolia.” Pg. 54

“Malévola ouviu com atenção. Um dia amara aquele humano profundamente. Agora já não sabia se podia confiar em Stefan.” Pg. 65

“Stefan amava o mundo dele, amava a raça dele, mais do que jamais poderia amá-la. Levara suas asas para provar ao maldito rei Henry que ele era leal, mesmo sendo desleal a ela.
[...]
Naquele instante, uma parte sua morreu. A parte que acreditava na alegria, na esperança e na paz. A parte que acreditava no amor. Essa parte se foi pra sempre. Stefan cuidara para que isso acontecesse.” Pg. 70

“[...] Não adiantava desejar coisas que nunca poderia acontecer. Já fizera isso antes e acabara sendo magoada. Tinha que se concentrar em coisas reais que poderiam ser feitas.” Pg. 76

“Todavia, conforme dizia o ditado, os planos bem orquestrados muitas vezes dão errado [...]” Pg. 122

“Malévola olhara com atenção para o seu lar. Era verdade, esforçara-se para defendê-lo e o amava profundamente, mas, com Aurora ali, ela o via com olhos renovados. Era belo e misterioso. Tranquilo, contudo vivaz.” Pg. 149

“O coração de Aurora estava escancarado, ansioso por amar, enquanto o de Malévola ainda estava fechado. Contudo, vendo o quanto Aurora estava livre e contente, Malévola não podia deixar de pensar se talvez não tivesse prestado um desserviço durante todo esse tempo sendo tão fria.” Pg. 158

“Todo aquele tempo juntas criara um elo invisível e mágico entre as duas. Isso permitia a Malévola sentir onde Aurora estava e como se sentia. [...] Na estrada do lado de fora do castelo, Malévola também sentiu dor no dedo. Mas ao contrário de Aurora, ela sabia o que aquilo significava.” Pg. 195

“Foi um beijo perfeito. Suave, doce, repleto de promessas não ditas. Foi o beijo com que as garotas sonhavam deitadas à noite na cama. Foi o beijo sobre o qual os poemas falavam. Foi o beijo dos contos de fadas e dos romances. Malévola não poderia ter imaginado um beijo tão perfeito quando, há dezesseis anos, amaldiçoara um bebê inocente. Todavia, pouco importava a perfeição do beijo ou quanto amor Phillip sentia. Aurora não despertou.” Pg. 209

“Mesmo dormindo, ela parecia boa e generosa, e Malévola se sentiu ainda mais culpada pela punição tolamente imposta à garota inocente. Quem haveria de pensar, durante todos aqueles anos, que as coisas acabariam assim? Que a maldição seria tão grande para Malévola quanto era para Aurora?” Pg. 212

“Estivera tão concentrada no amor que partira seu coração que nunca parara para pensar que existia um amor ainda mais profundo e verdadeiro: o amor de uma mãe por sua filha.” Pg. 214

“A pessoa deitada no chão ao seu lado fora a primeira pessoa que a amara. A primeira pessoa que ela amara. E, por isso, ela se sentia grata. Pois, sem a compreensão do amor, ela jamais conseguiria ter aberto o coração para Aurora.” Pg. 233

“Nunca mande uma fadinha fazer o trabalho de uma fada madrinha [...]” Pg. 236






    Espero que tenham curtido.

Beijooooo e boa semana! ^.~

domingo, 9 de fevereiro de 2020

Retrospectiva MLC: Janeiro 2020

     Olá, olá, oláááááááááá!!!!
Tudo bem, gentem?
Eu sei que andei sumida, muito sumida. Coisas aconteceram, e eu me perguntei se valia a pena continuar por aqui. Como estou postando hoje, já sabem que a resposta foi positiva, né?

     E hoje estou passando para fazer a retrospectiva do mês, bora lá?

LIDOS:

  • Escândalo!!! - Tammy Luciano
SINOPSE: Viva uma história de amor que - na atual realidade das garotas famosas, candidatas à diva e que dominam o mundo da TV - fará você perder o fôlego ao acompanhar a rotina, os dramas e a, muitas vezes, dura realidade de uma personagem parecida com alguém que conhecemos nas novelas que tanto amamos.
Belinda é a garota da capa nessa trama atual, acelerada e sem meias palavras, catapultada ao estrelato praticamente da noite para o dia. Até onde vai a maldade alheia? O dinheiro compra realmente tudo? Que mistérios envolvem a vida de uma das atrizes mais amadas do momento? O que esconde a moça de vida perfeita? Um livro com a intimidade da fama sendo escancarada. Vida real dentro de uma ficção, segredos de um mundo guardado a sete chaves, como o último capítulo da novela.

  • O Gabarito - Douglas Felipe
SINOPSE: 
1 candidato;
5 vestibulares;
5 falhas;
1 acerto.

Bem escrito, criativo, e tem minha xará como melhor amiga do protagonista, rs. Resenha em breve.

  • Mansfield Park - Jane Austen
SINOPSE: Na literatura, esperamos que o herói seja vigoroso, tenha espírito aventureiro, audácia, bravura, capacidade de superação e uma pitada de imprudência. Ele deve ser ativo, enfrentar obstáculos e afirmar a própria energia. Fanny Price, a heroína de Mansfield Park, é o oposto de tudo isso. Frágil, tímida, insegura e excessivamente vulnerável, a pequena Fanny deixa a casa dos pais pobres para morar com os tios mais afortunados em Mansfield park. Lá, convive com diversos familiares, mas se aproxima apenas do primo Edmund, seu companheiro inseparável.
A tranquilidade de casa, no entanto, é abalada com a chegada dos irmãos Mary e Henry Crawford em uma propriedade vizinha. Edmundo se apaixona por ela, enquanto Henry flerta com todas as moças.
Mansfield park é o romance que marca a maturidade de Jane Austen. Apresenta um tom mais contido, sardônico, em comparação com obras idealizadas antes, como Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade. Aqui, mais consciente dos verdadeiros males e sofrimentos inerentes à vida em sociedade, uma das maiores autoras da língua inglesa enaltece, na figura de Fanny, a imobilidade, a solidez, a permanência e a resignação.

Resenha em breve.
  • Mulher-Hulk: Mulher Solteira Procura
SINOPSE: Ninguém disse que a vida de solteira em Nova Iorque é fácil, mas quando se trata da superadvogada Jennifer Walters, mais conhecida como a Sensacional Mulher-Hulk, as coisas podem se tornar bem mais complicadas! A gigante de jade mais querida do mundo está prestes a enfrentar um dos maiores desafios de sua vida... Trabalhar para a Goodman, Lieber, Kurtzberg & Holiday - uma firma de advocacia especializada em direito super-humano.

Eu já tinha lido gibis com a participação da Mulher-Hulk, ainda não tinha lido nada dela solo. Mas, amei!
  • Todo o Tempo do Mundo - Maurício Gomyde
SINOPSE: E se você um dia descobrisse que viaja ao passado toda vez que fica muito feliz? E que vai ao futuro toda vez que fica muito triste? Pois isso é o que acontece com Vitor Pckett. 
Tudo começou na noite em que ele beijou Amanda, e Vitor nunca teve a chance de descobrir se aquilo é dádiva ou maldição, porque, ao fim daquela festa, Amanda foi embora para outro canto do mundo, para nunca mais voltar.
Vinte anos depois, ele é um recluso dono de vinícola numa cidadezinha do Sul do Brasil, e acha que ela morreu num atentado; Ela, entretanto, é casada e gerente da livraria mais bonita do mundo, em Buenos Aires.
Mas um reencontro inesperado poderá mudar tudo. Vitor entenderá por que viaja no tempo? Amanda revelará que não é quem ele sempre imaginou? Aquele amor renascido será mais poderoso do que tudo que os separa?
As respostas dependerão de Vitor subverter a lógica insana de seu corpo e conseguir alterar um fato do passado. Porque, se é verdade que quando a primeira lágrima desce do olho esquerdo, o choro é de tristeza, e quando desce do direito o choro é de felicidade, aquele poderá ser o sinal mais poderoso de suas vidas...

Simplesmente amei!!! Maurício Gomyde arrasou!

Resenha em breve.
  • Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll
Imagem MLC
SINOPSE: Obra-prima criada pelo escritor Lewis Carroll no século XIX, Alice no País das Maravilhas, imortalizou-se na literatura mundial como uma fábula capaz de encantar adultos e crianças. Uma ficção sem igual que se tornou sucesso há mais de cem anos e ainda hoje é um clássico obrigatório para leitores de todas as idades. 
O livro conta a história de uma menina curiosa que decide seguir um coelho branco, quando de repente cai em sua toca e é levada a um reino onírico, onde convive com criaturas estranhas e se envolve nas mais inusitadas aventuras. Neste universo inesperado, não há limites entre sonho e realidade.
Mais do que uma obra ficcional-juvenil, Alice no País das Maravilhas é uma alucinante viagem por um mundo nada óbvio em que imaginação, desafios de lógica, jogos de palavras e situações nonsense combinam-se de maneira única e inesquecível.

Tão engraçadinho esse livro! Resenha em breve.
  • Múltipla Escolha - Alejandro Zambra
Imagem MLC
SINOPSE: Dizer que Múltipla Escolha é um romance seria tão arriscado como dizer que não é. Talvez seja melhor afirmar apenas que se trata de um livro de Alejandro Zambra, porque o estilo e os temas que o converteram em uma das principais vozes da literatura latino-americana se desdobram, aqui, de forma radical.
A partir da estrutura da Prova de Aptidão Verbal, aplicada de 1996 a 2002 aos candidatos a vagas em universidades no Chile, o autor cria relatos unindo fragmentos líricos e exercícios de linguagem para retratar problemas éticos: a necessidade de mentir para se afirmar; a vontade de estabelecer vínculos apesar da desconfiança; a percepção de que fomos instruídos a obedecer e repetir.
Múltipla Escolha passeia por temas que desafiam a sociedade - a desigualdade, a memória, a educação - e mostra um autor que continua projetando uma obra que se diferencia pela maneira como combina a indignação, o humor e a delicadeza. 

Descrição em apenas uma palavra? Interessante. Em breve, resenha.

ADQUIRIDOS:

Imagem MLC


  • Persuasão - Jane Austen
 dando uns rolê na Paulista, entrei no Shopping Cidade São Paulo e vi uma Feira do Livro com muita coisa boa por R$10,00. E essa edição extremamente linda! Foi amor a primeira vista, rs!
  • Porque Leio?
Livro interativo, paguei R$10,00 na Feira do livro no Shopping Cidade São Paulo, na Paulista. Tem muita coisa boa por lá!
  • Encanto de Sereia - Anne B. Ramos
Encanto de Sereia (Coleção Aconteceu no Verão Livro 5)
Imagem da Internet
Aí uma autora se inspira no seu amor por sereias + a história de um tiozão estranho que resolveu me cantar e bum! Temos uma noveleta, hahahaha. Só que sem o tiozão, rs!


  • Todo Mundo Vê Formigas - Amy Sarig King
Costumo comprar vários livros no Sebo do Up, e esse foi um deles. E Todo Mundo Vê Formigas eu já queria er há um tempo, achei baratinho por lá e cada comprinha feita ainda vem com 10 marcadores! Passem por lá! 

  • Pollyanna - Eleanor H. Porter
Eu li Pollyanna quando era pequena, e depois de adulta eu li novamente Pollyanna e Pollyanna Moça. Achei essa edição por R$10,00 na livraria do Shopping Cidade São Paulo, na Paulista. Acho que vale a pena dar um rolê por ká!

RECEBIDOS:
  • Parceria Danda de Alencar 
A autora Danda de Alencar me enviou uns mimos de presente e eu amei tudo! Obrigada, chuchu! Tem até um lápis com meu IG e um caderninho de sereia!  Nem amei!



  • Suzie Watson 
A autora querida Suzie Watson me enviou uns marcadores lindos também, que eu amei muito!

  • Gih Cordeiro
A autora também me enviou uns marcadores muito fófis, gente! Estou encantada com o carinho dessas minas! Confiram os livros dessas três autoras na Amazon!


ESCRITO:


Imagem da Internet

Contei pra vocês que escrevi um conto natalino? Tudo bem que é fevereiro, mas, como não teve post em janeiro, tô falando pra vocês agora, rs. Conto religioso, escrito com muito carinho para todas as pessoas que pensam como foi o nascimento de Jesus. Aqui eu conto como eu penso.

SINOPSE: Qual é o significado do Natal para você? Presentes? Ceia? Peru? Jesus?
Conheça o ponto de vista da autora sobre como e onde tudo começou.

SÉRIES:
  • The Witcher

Narra a saga de Geralt de Rivia e suas aventuras para proteger a princesa Ciri. Com meu homem, Henry Cavill no elenco e mais um monte de gente que eu nunca vi, hahahaha.

  • The Red Trent

Conta a história de Diná de uma forma totalmente deturpada do que está na Bíblia. Mesmo tentando manter a mente aberta, não consegui deixar de me incomodar com os relatos, porém, não nego que tudo foi muito bem feito e com cenários e fotografias incríveis. 

Com Morena Baccarin, Minnie Driver e Sean Teale

FILMES:
  • A Menina e o Leão

Falem o que quiserem, achei fofo a história da menina que cria laços com um lindo leão branco e faz o impossível para o salvar de pessoas que caçam por esporte.
  • Tudo e Todas as Coisas


Finalmente eu me rendi e assim que a Netflix colocou no catálogo, eu assisti. Já tinha lido e me apaixonado pelo livro no final do ano passado - e eu quero muito uma edição desse livro - e quase morri de amores. Conhecemos a história de Maddie, uma garota de 18 anos que é alérgica a tudo, que se apaixona por seu vizinho, e resolve arriscar tudo por amor a si mesma. Simplesmente amei!

Com Amandla Stenberg e Nick Robinson.

 Bom, fiz bastante coisa esse mês, rs. Ainda viajei, encontrei três autoras... Fiz bastante coisas mesmo. E se você leu até aqui, comenta aqui MLC Janeirão e me conta o que você leu e assistiu durante esse mês.

Beijoooo ^.~

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Dica de Livro: A Flauta Mágica - Wolfgang Amadeus Mozart

  Olá, meus picorruchos, tudo bem?
Que saudade!

   Passando hoje pra deixar uma dica de livro muito legal que um de meus alunos escolheu como paradidático para fazer prova.

Imagem MLC

  Se você assim como eu não sabia que Mozart escreveu uma ópera, taí um jeito massa de descobrir.

  A Flauta Mágica foi escrito em formato de ópera e conta uma bonita história de amor. Claro que essa edição em HQ está super condensada trazendo apenas uma parte do conjunto, voltada para o público infantojuvenil. Traz elementos como amor, amizade, lealdade, disciplina e coragem. 

Imagem MLC


  Não vou fazer a resenha por que ele é tão curtinho que qualquer coisa que eu venha a falar, pode estragar a surpresa. As ilustrações estão fantásticas, dignas de um grande artista, e a leitura é leve e curta, em uma sentada se lê. 

   A Flauta Mágica foi composta em 1790 e foi adaptada em português por Rosana Rios, com ilustrações de Sam Hart. Super recomendo!

   Beijoooo 💖

terça-feira, 3 de setembro de 2019

Porque dei um tempo no blog?

    Olááááááá leitores!!!!

Tudo bem com vocês? Sei que estou sumida, não sei se vocês sentiram minha falta, maaaaasss, hoje estou aqui para conversarmos um pouquinho. O que acham?


Imagem da internet

    Bom, eu sempre falei aqui que o blog era meu filhinho e que eu criei por causa da pós em 2014 e acabou que eu gostei da coisa e continuei com a ideia, de poder mostrar tudo o que eu gosto no mundo literário. Nos primeiros posts, lá em 2014, 2015 e até 2016, meus posts eram mais dinâmicos, eu conversava, batia papo com meus leitores. Falava sobre meus vícios, minhas compulsões, colocava bem mais de mim nas resenhas, recebia premiações no meu cantinho, não me importava em ter poucos seguidores, isso nunca foi algo que me importou, ter mais e mais seguidores, quer dizer, de que adianta ter um monte de seguidores e ninguém conversar com a gente nos comentários, ou sequer visualizar suas postagens? Então sempre fui feliz, pois apesar de pouca gente, sempre tinha comentários, leitores fiéis, nós blogueiros estávamos sempre em contato, e as visualizações motivavam, me mostravam que estava fazendo um bom trabalho.

    Só que do ano passado pra cá, comecei a notar que às vezes eu postava para a parede. Fazia resenhas bem elaboradas, não sou uma excelente fotógrafa, mas, procurava tirar fotos no mínimo apresentáveis, e quando ia ver as estatísticas... 0 visualizações! E eu notei que não me importava em ter um monte de seguidores, mas, que estava sentindo falta dos meus leitores fiéis. Continuei a fazer minhas postagens, dei uma diminuída na quantidade de posts, mas, ainda assim, criava minhas resenhas, fazia TAG's, dava dicas de livro, procurava trazer conteúdo, e... 0 visualizações! 0 comentários. Nem unzinho! E isso sim foi me desanimando!




     E aí eu fui diminuindo cada vez mais nos posts, e notei que ninguém se importava, sabe? E foi me dando uma preguiça de continuar... Mas tinha decidido que esse ano as coisas sairiam melhor, que eu ia me dedicar e tals, e até que comecei bem. Fiz o BEDA, e por várias vezes eu tinha 0 visualizações, 3 visualizações, 5, 10... E eu notei que meu conteúdo não estava mais agradando. Que meu conteúdo estava chato e tudo o mais. Então, após o BEDA, mesmo tendo várias resenhas já escritas, já preparadas, várias TAG's, várias dicas, eu parei de sentir vontade, estava virando obrigação. E quando o lazer vira obrigação, as coisas ficam pesadas... Então, decidi dar um tempo e só retornar quando eu estivesse pronta. Mesmo que não tenha visualizações ou comentários, vou continuar com meu cantinho, mesmo que não tenha ninguém para ler. Provavelmente não farei postagens com a mesma frequência de antes, mas vou voltar a como era no começo: poucas vezes no mês, mas, posts com conteúdo. 

     Então, passei hoje aqui apenas para desabafar. Pode ser que ninguém leia, 0 visualizações. Mas, o que importa? Eu amo esse cantinho, vai demorar um pouco até que eu realmente aposente o MLC. Estarei por aqui novamente, quem quiser conversar, me dar um alô, venha aqui e bora conversar!

Beijoooooo ^.~



domingo, 28 de abril de 2019

{{BEDA - Post #28}} Editora Wish resgando clássicos

     Ois, povo! 
Tudo de boa com vocês?

    Hoje estou passando aqui para falar um pouquinho sobre a novidade que a editora Wish está trazendo para nós:

Editora Wish resgata os livros Bambi e Pocahontas em edição Eco-Friendly

A campanha de finaciamento coletivo receberá apoios até o dia 06 de maio.
Imagem cedida pela editora

     Em sua sétima campanha de financiamento coletivo, a Editora Wish apresenta a coleção Filhos da Floresta, publicado em um box eco-friendly sob o selo de responsabilidade ambiental de papéis. O box traz os títulos: "Bambi: Uma Vida na Floresta", original de 1923 por Felix Salten, e o inédito "Princesa Pocahontas", romance escrito por Virginia Watson em 1916 com base na história real da famosa princesa indígena. Os dois livros terão em média 320 páginas cada.

    "Bambi: Uma Vida na Floresta" deu origem ao filme de animação "Bambi", lançado pelos Estúdios Disney em 1942, conquistando o coração de jovens e adultos por tratar de temas como infância, morte e abandono. A tradução será feita por Petê Rissatti (alemão), tradutor de livros como Wild Cards.

Imagem cedida pela editora
    Já o inédito "Princesa Pocahontas" nos narra, de forma mais fidedigna a partir de uma série de pesquisas realizadas pela autora, a história real sobre a vida da princesa indígena Pocahontas. O livro será traduzido para o português por Carolina Caires Coelho, tradutora de livros como Outlander.

Imagem cedida pela editora
     Para financiar a publicação, a editora precisa alcançar a meta de R$67.237,00. Atualmente, já foram alcançados 78% da meta necessária. A campanha seguirá recebendo apoios até às 23h59m do dia 06/05.
ESPECIFICAÇÕES:

Editora/Ano: Wish/2019.
Páginas: 640.
Outras especificações: Capa em papel kraft e miolo papel amarelinho.
Valor: R$72,00. 
Onde apoiar: Clique no CATARSE.

     Gente, vale a pena apoiar, hein? Estou "enamorada" nessas capas! 
Boa sorte no Catarse e sucesso novamente para a editora Wish. Para quem não conhece, a Wish é especializada em traduzir contos de fadas clássicos de diversos países, e como eu amo contos de fadas, claro que eu vou divulgar, né, gente!!!

    Para conhecer mais da editora Wish, vou deixar aqui o 

Beijos+abraços+bombons...

sexta-feira, 26 de abril de 2019

{{BEDA - Post #26}} Dica de Livro: A Fofa do Terceiro Andar - Cléo Busatto

    Oieee gentemmmm...
Tudo de boa com vocês?

    Passando hoje aqui para trazer uma dica de um livro muito, mas muito fófis mesmo que eu li esse ano. Vocês conhecem A Fofa do Terceiro Andar? Gente, quem não conhece, vale a pena dar uma chance.



Arte da capa
Imagem da internet
SINOPSE: Um livro que traz o tema do bullying através da história da fofa Ana. Ana sempre foi uma criança alegre, saudável e... fofa. Ela nunca se incomodou em receber adjetivos, até notar que eles nem sempre serviam para ser legal com alguém. Conforme vai ficando mais velha, por mais que tente manter o sorriso estampado no rosto, os apelidos e implicâncias começam a mexer com ela. O jeito é colocar para fora, nem que seja no caderno. E não é que ajuda? Agora Ana só precisa conseguir aplicar isso na realidade, o que não é tão fácil quanto parece. Primeiro ela tem que descobrir o que realmente a incomoda (e que não incomoda os outros) e então encontrar maneiras de trazer à tona a Ana confiante que se escondeu dentro dela. E que processo! A adolescência tem um tempo todo próprio, e não é fácil acompanhar. Novos gostos, novas sensações, novo corpo... Ela segue descobrindo a si e ao mundo. E não faz isso sozinha. Além da Julia, sua amiga de infância, há outra pessoa que chega de mansinho... Francisco não é como os outros garotos que já conheceu. Ele enxerga o mundo de forma diferente e começa a ensinar Ana a fazer o mesmo. A focar nos aspectos positivos, a ser gentil consigo mesma e, principalmente, a não tentar se encaixar em um molde que não é o seu. Afinal, imagina como seria chato se o mundo fosse visto por todos da mesma forma?

   Gente, a Ana é a coisa mais amada do mundo! Nós que lidamos com adolescentes o tempo todo - quer seja como professores, psicólogos ou mesmo pais - precisamos estar de olho o tempo todo, pois adolescentes são cruéis, muitas vezes são causadores das mais estapafúrdias coisas que podemos imaginar. E quando comecei a ler, confesso que pensei que se tratava de mais um enredo de drama, bullying e suicídio. Mas não tem suicídio, é um enredo bem fofo e gostoso de ler.

    Ana é uma protagonista que começa bem boboca, mas, vai crescendo como personagem, e ganhando um espaço gigantesco na trama, ela domina tudo muito bem, sabe como conduzir as situações, deixando de lado a menina boboca e se tornando uma grande mulher. Super recomendo!

“Andei no sol e mergulhei no mar. Senti o frio roçar no meu rosto no alto das montanhas. Dancei em noite de lua. Meditei. Orei. E ri, e ri, e ri. Também chorei e soube me acalentar para acalmar. Olhei para as armadilhas, que me mantinham num estão de desânimo e desalento, e disse para elas que tinha coisa melhor a fazer.
Fui corajosa. Olhei de frente para o escuro e trouxe de volta a beleza que havia perdido por lá. Encontrei-me e gostei do que vi. Amei a mim mesma e reafirmei que a pessoa mais importante para mim sou eu.
Estou viva outra vez.”

Livro finalista do Prêmio Jabuti em 2016, na categoria juvenil, Cléo Busatto traz com muita sensibilidade esse livro, eu realmente gostei muito. Apesar de ser um livro para um público juvenil, ele é super legal. Recomendo!

Título: A Fofa do Terceiro Andar
Autora: Cléo Busatto
Editora/Ano: Record / 2017


Próxima Página Home
Layout criado por