sexta-feira, 16 de março de 2018

#GrupoDeApoioAosNacionais

     Salve, salve, família, tudo em paz?

Essa semana propositalmente não fiz post durante a semana, pois queria trazer tudo o que passamos no Instagram com o no Grupo de Apoio aos Nacionais, afinal, devemos valorizar o produto de casa, não é verdade?

    Sem mais delongas, vamos conhecer mais sobre a autora.

Imagem Pinguim Literário


     Ellen Savvy, tia preferida da criançada e filha prestativa, solteira, paulistana de nascença. 
Tem três grandes paixões: lecionar, viajar e escrever. Sua afinidade com literatura vem desde da infância, quando se afundava nos livros e se perdia no mundo de fantasias que eles proporcionavam. Aos doze anos escreveu seu primeiro livro e guardou na gaveta. Com a vida adulta e as responsabilidades da vida moderna, por anos deixou a escrita de lado, até que um dia resolveu voltar a dedicar tempo à literatura e não parou mais.

     Lançou seu primeiro livro em forma de publicação independente em 2016, um romance entre dois adultos fortes e maduros "O Tempo que for Necessário". Seu segundo livro, um romance fantasia também lançado de forma independente, conta uma história de amor envolvendo seres humanos e seres místicos quebrando paradigmas, que virou uma trilogia, chamada Místicos que além de "Alma Perdida", tem "Batalhas das Bruxas", e em breve contará com "Muralhas de Pandora".

Contatos:
Perfil: https://www.facebook.com/ellen.savvy
Página: https://www.facebook.com/autoraellensavvy/ 
Wattpad: @ellensavvy
Instagram: www.instagram.com/ellensavvy

    A trilogia Místicos está disponível em eBook na Amazon por um preço bem bacana. Vou deixar as sinopses por aqui:
Ah! Clique nas imagens para ir direto para a Amazon, ok?

Imagem da internet

SINOPSE: “O que você faria se descobrisse que está rodeada por seres místicos e que eles não são exatamente como você sempre acreditou?”
Elena, uma cirurgiã oncologista, está sendo atormentada por pesadelos sem explicação. Ela conhece Seth, um médico recém contratado que passa a ajudá-la a enfrentar essa fase difícil; e Evan, uma celebridade engajada em ações sociais.
O que ela não sabe é que, ambos são seres místicos que surgem para protegê-la contra os perigos do caminho obscuro de Bruxas e Demônios. E ela vai precisar decidir para qual deles entregará seu coração.
Com um cenário cheio de mistérios, nada é exatamente como parece ser. 
Místicos - Alma Perdida, é uma história de amor e grandes batalhas, onde diversos seres místicos estão envolvidos para possuir ou salvar Elena.


Imagem da internet

SINOPSE: "Você acredita em seres Místicos? E se descobrisse que um deles te protege nos seus piores pesadelos e o outro, na sua mais difícil realidade?" 

Depois de inúmeros confrontos com Demônios e Bruxas, Elena perdeu sua Alma. 

Neste segundo episódio ela aprenderá a sobreviver com seu Espírito, ao mesmo tempo que Evan, precisa lidar com sua humanidade e Seth terá vários mistérios desvendados durante a preparação para seu duelo futuro. 
Com um cenário cheio de tensão, grandes surpresas, novos componentes amorosos e sensualidade, nossos protagonistas descobrem que a Batalha das Bruxas não será a única que enfrentarão. 
Místicos - Batalha das Bruxas é uma história de amor que vai te emocionar.

Imagem da internet


SINOPSE: "Os bons, nem sempre serão bons e os maus, nem sempre serão maus.” 

Os Místicos se arriscam a invadir o purgatório para o resgate de milhares de Almas, inclusive a de Elena e despertar a ira do Demônio Khan antecipará o maior duelo místico já previsto. 

Dentro das Muralhas de Pandora, Seth terá que enfrentar Khan, em uma batalha de vida ou morte. 
No último episódio da trilogia, o desfecho será dramático para a nossa heroína, que jamais será a mesma. E nem mesmo Lezard, o grande Feiticeiro, será capaz de antecipar todas as surpresas que nossos protagonistas terão que enfrentar. 
Místicos - Muralhas de Pandora é uma história onde o amor é capaz de qualquer sacrifício.


    Eu já tinha visto esses livros na Amazon, mas, como sou bem banana, passei reto, rs. Agora, algo que sempre me chamou a atenção foi o fato de as capas sempre me lembrarem as capas da série Coração de Tinta, só que as capas dos livros de Savvy, são capas escuras, enquanto Coração de Tinta, são capas coloridas - vermelha, verde e azul, se não me engano.

    E hoje, a semana de apoio aos nossos autores brasileiros, se encerra com uma entrevista. Lá no IG deu tudo errado todas as vezes que tentei fazer o post, rs, então, trouxe pra cá e assim todo mundo pode dar uma olhada em algumas das perguntas e respostas. Não trouxe todas, mas, as que mais me chamaram a atenção estão aqui. Bora lá?

Imagem Pinguim Literário

  • Quais foram as suas inspirações para criar o Evan, Vida e Jeff? E a trilogia Místicos em geral?

  •  Evan veio da vontade de escrever um deus que fosse bom, mas todo errado. Eu queria que ele fosse ativista e popular, de cara me veio Bono Vox à mente e foi daí que eu criei esse deus todo erradinho.

Vida tinha que ser uma personagem igualmente famosa e popular, eu queria que ela fosse engraçada, parecesse imatura, mas que no fundo fosse um poço de lealdade e razão.



Jeff, embora seja um personagem bastante secundário, eu queria alguém sólido, correto, sexy... pensem no Morgan da serie Criminal Minds, sólido, correto, sexy ... ele mesmo rsrs

Uma palavra que resuma a trilogia Místicos?

Aprendizado. Se há algo que todos os personagens passam ao longo da história, é o aprendizado. 

E se Místicos virasse série? Você mudaria algo no roteiro? Quem seriam os atores indicados/escolhidos?

Eu não mudaria nada, os personagens  têm química juntos. Chris Hemsworth tinha que ser Seth, não tem como ser outro. Lezard, acreditem, precisava ser interpretado por Sean Connery porque eu sou mega fã desse cara. Não vejo outro. Os demais, deixaria para o “juri” popular rsrs.

Você já tentou sair da sua zona de conforto e escrever sobre algum gênero  que nunca escreveu?

Já sim, escrevi um livro infantil e foi de longe meu maior desafio. A historia chama-se “O mapa mágico” e foi bem difícil. Mas quando as crianças leram (em sala se aula) e mandaram mensagens sobre o quanto gostaram até chorei de emoção.


  • Com Quantos anos começou a escrever? 

  • Tinha 12 anos quando escrevi meu primeiro livro, a mão. Mas antes disso eu escrevia quadrinhos. 

  • Atualmente, cada vez é mais difícil publicar um livro, principalmente devido a motivos financeiros. Qual foi a sua maior dificuldade na publicação dos seus?

  •  Eu fiz tudo por autopublicação e como eu já conheço as ferramentas de edição e sou boa de revisão, fiz tudo eu mesma. Por isso a minha maior dificuldade está sempre na divulgação. 

  • O que acha da literatura nacional atualmente? 

  •  Ela está amadurecendo, mas ainda tem muito o que evoluir. 

Então, era isso, chuchus!
Beijos para vocês, e até semana que vem com a programação normal!

Bye!


Para Macky Hartley

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por