quinta-feira, 16 de agosto de 2018

{{BEDA - Post 16}} - Resenha #81 - Virtualices: Da Internet Para o Papel


   Hello, Sweeties, tudo bem?

Hoje eu trago uma resenha muito legal para os meus leitores queridos, se é que ainda existe algum por aqui, rs. E eu nem vou ficar falando muito.

   Bora lá?

SINOPSE: A internet, as redes sociais e os diversos tipos de aplicativos existentes não só mudaram as nossas rotinas, como também inspiram uma infinidade de histórias. Pensando nisso, Guilherme Olí, autor de Remoto e Improvável e Apelidos Carinhosos São Pessoais e Intransferíveis, reuniu neste livreto algumas histórias influenciadas pelo mundo virtual.

Imagem MLC

   Pensa num livrinho curto e delicinha de ler, gente! Eu li sentada na padaria enquanto tomava um cappuccino também delicinha. Para quem já leu Apelidos Carinhosos São Pessoais e Intransferíveis não vai achar dificuldades na leitura desse livro aqui. Guilherme Olí novamente nos remete ao mundo virtual transferido para o papel.

Imagem MLC
    Eu adoro a escrita do Gui, ele escreve com tanta vontade e criatividade, que não tem como não gostar. Fora que fui a primeira a ler, gente, fiquei emocionada ao saber disso! E eu amo a maneira como foi escrita, a disposição das ilustrações próximas aos títulos fazendo alusão ao enredo deixando tudo muito lúdico e maravilhoso.
O que encontramos nesse pequeno livro? Histórias fantásticas de pessoas que unem a vida real com a virtual, desde velhinhas que querem encontrar seu nome no Google até pessoas tentando encontrar o amor (ou reconquistar) via internet. E ainda fica a reflexão: será que vale a pena ficar tanto tempo na internet e não usar o tempo fazendo outras coisas? Acho que vale a pena pensar nisso!

Imagem MLC
   Os capítulos são curtos e individuais, cada capítulo é um enredo diferenciado, não é uma mesma trama, assim, não fica maçante de ler. O capítulo que eu mais gostei se chama "Namore Alguém Que...", e Olí traz uma reflexão profunda sobre a importância de amar a si próprio antes de escolher amar outra pessoa:

"E o cara do food truck? Bem, de vez em quando a gente só quer saber da coxinha gordurenta da padaria que fica na esquina de casa. Ou de fazer misto-quente na sanduicheira. Mas só de sugerir um programinha desses, eu era mais censurada que palavrão lá na casa da minha mãe.
Foi assim que depois de três tentativas, eu criei a  minha própria regra-única para relacionamentos amorosos: 'Namore, case, pegue, fique, transe, aproveite alguém que não acredite em regras ditadas por memes'.
Eu quero é ser bem tratada!" (pág. 21)


Imagem MLC
   Gente, eu amei esse livro, Virtualices, creio eu que vem de virtual, não sei se é exatamente isso, rs, mas, creio que sim, pois em cada trama vemos em algum momento o mundo real e o virtual se encontrando. Se tô errada, Gui, mal aê, hahahahah... 

Virtualices: Da Internet Para o Papel - Guilherme Olí. Editora Letras e Versos, 60 páginas, 2018. Suuuuuper recomendo!


Para quem quiser entrar em contato com o autor  (parceiraço do blog):

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por