terça-feira, 17 de outubro de 2017

Cinco Dias, Cinco Contos: O Motivo do Seu Sorriso - Thamy Silvia

     Oie povo!
Bora pra mais um conto sem enrolação?

Imagem do Wattpad


SINOPSE: Karina se apaixonou pela primeira vez e vê a sua timidez se transformar numa enorme barreira entre ela e o rapaz do sorriso mais lindo do mundo. Será que ela consegue superar essa barreira e declarar seu amor por ele?

     Na última semana de aula, Karina que está no nono ano já se sente uma quase adulta, pois em breve fará parte do ensino médio. Ao ir para a escola naquele dia se depara com um gatinho que usava o uniforme da escola para a qual ela iria no próximo ano. O menino era simplesmente fofo, e eles andaram um bom tanto lado a lado, porém, não disseram nada um ao outro. Para Karina bastou isso para que esse inesperado encontro fosse intenso. E o melhor: no outro dia aconteceu novamente. E no outro, e no outro e no outro, ou seja, durante toda a semana, Karina e o estranho passaram momentos juntos, mas, não se falaram. 

    As aulas acabaram, as férias começaram, e a menina imaginou que não veria mais sua paixonite aguda, mas, o que ela não imaginava é que ele fosse amigo de Gustavo, seu amigo também, e através desse garoto, ambos tiveram a oportunidade de se apresentarem formalmente. Ele se chamava Marcus, e Karina sentia seu estômago entrar em colapso quando ficava perto dele.

Imagem da internet

      A amizade entre eles foi imediata, passaram a se falar sempre. Apesar de ser um poço de simpatia e educação, Karina não sentia que Marcus de alguma forma correspondia seu sentimento, e, na dúvida, resolveu tomar suas próprias providências e decidiu que se declararia para ele. Ele morava próximo a sua casa, era muito legal, conversavam bastante, era só ela chegar nele e dar a real. Só que não, coragem, cadê você? Muito mais fácil falar do que fazer, e Karina decidiu que o melhor era adiar por um tempo, para evitar que ela parecesse afobada. Até que um dia...

    Parei por aqui, não falo mais nada, vocês precisarão ir até o Wattpad para saber o restante da história, rs.

     Fiquei pensando na minha época de escola. Na oitava série eu era uma meninona de 14 anos que só queria saber de estudar, não tinha nem saco para os meninos que estudavam comigo, até por que eles eram insuportáveis e eu era vítima de bullying. Quando cheguei no primeiro, graça a Deus aquela corja masculina tinha ficado pra trás, mas, demorou pra eu me interessar por alguém, e, quando me interessei, foi logo pelo menino impossível da escola, hahahah. Me lembro que ele lembrava o AJ dos BackStreet Boys quando mais novo. Até eu descobrir o nome dele, eu me referia a ele como AJ. Paguei uns micos, ele sabia que eu pagava pau pra ele, mas, nunca cheguei nele, não. Até porque eu sabia que era paixonite aguda de menina, e eu sabia que seria rejeitada, ele era bem legal, mas, nem todos os caras que andavam com ele eram legais. Um deles era bastante, e fala comigo até hoje. Um outro que adorava pagar de gatinho rico, se conformou com a vidinha de filho de enfermeira padrão que ganha bem, e está trabalhando em um emprego bastante inferior ao que ele parecia querer. E a minha paixonite aguda? Não sei, ele terminou o colegial e eu nunca mais o vi! Espero que ele tenha tomado jeito, hahahah... Mas sabe, às vezes me pego pensando: "e se eu tivesse chegado nele, eu realmente teria sido rejeitada?" A resposta provavelmente seria sim, mas, nunca saberei, rs. Não me arrependo, mas, fica a dúvida.

Imagem da internet


     Enfim, gentemmm, a Thamy nos traz um texto leve, rico em detalhes, com poucos capítulos e tão, mas tão, mas tão fofo, que me deixou com aquele sentimento de nostalgia. Quem me dera se minha adolescência tivesse sido fofa desse jeito, hahahahah.

     O Motivo do Seu Sorriso está disponível na plataforma Wattpad e para ler, basta clicar AQUI. A Thamy arrasa na escrita detalhista e realista, gente, adorei. Sigam o perfil dela para ficarem sempre por dentro. Para quem assim como eu, no momento está buscando ler coisas mais leves, os posts dessa semana têm esse objetivo, mostrar que em meio aos romances tórridos, paixões frenéticas, violência gratuita, falta de amor próprio e tudo o mais que nos prende por horas nas páginas, ainda temos coisas mais leves para mesclar com tudo isso. 

    Amanhã trarei um conto da Carolina Munhóz para cá, ok?
Então, não perca o post de amanhã!


Beijooooo

(Caraca, agora deu mó saudade dos Back... I don't care/ Who you are/ Where you from/ What you did/ As long as you love me...)


4 comentários:

  1. Meu coração não aguenta tanto amor em forma de resenha. Obrigada, Cecy. E sabe, ando percebendo que tem uns livros bem pesados mesmo e sempre ouço que é para dar o ar de realismo, mas tenho preferência por mentiras leves mesmo. De pesado já basta a vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Thamy!
      Fico muito, muito, muito feliz mesmo que tenha sido aprovada no selo Thamy de qualidade, hahah.

      Beijoooo

      Excluir
  2. Você disse tudo amiga, o conto tem sabor de nostalgia ❤
    E caraca, eu amava o jeito maloqueiro/descolado do AJ, agora estou mais in love com Nick, porque tipo, ele virou um homão hauhauhau.
    Maravilhosa como sempre, você ❤
    E Thamy, não deixe nunca essa leveza desaparecer da sua escrita ❤
    Bjoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não amava o AJ? A voz dele é maravilhosa, pra mim era a melhor voz de todas! Mas, meu marido mesmo era o Kevin, aí da hoje acho ele tudo de bom!

      Obrigada pelo "maravilhosa", acho que vou acreditar em você, hahaha!

      Beijoooo

      Excluir

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por